Páginas

domingo, 6 de setembro de 2009

Seis

Nasci no dia seis de setembro, nasci no dia do sexo. Vai ver é por isso que adoro fazer sexo, falar sobre sexo. Nasci do dia seis de setembro, nasci no dia da chatice. Vai ver por isso que sou insuportável. Nasci do dia seis de setembro, no dia de cultuar os amigos. Vai ver é por isso que amo tanto os meus e os preservo como cristal. Nasci no dia de inventar, vai ver é por isso que invento tantas coisas, poemas, histórias, mentiras, essas coisas de criatividade. Nasci no dia seis de setembro, e já fazem 13 anos que passo sem minha mãe. Nasci nesse dia e se puder quero morrer nesse dia. Sou triste, sou feliz. Sou alegre, infeliz. Sou da vida, dos meus amigos. Sou putinho, de todo o mundo. Sou Mateus, sou Safira. Sou cristão, sou judia. Sou de todos os santos, sou de um santo só. Sou indeciso, sou irritante. Sou chato, sou apavoante. Sou tudo aquilo que as pessoas esperam ou as vezes não. Sou inseguro, seguro. Sou apaixonado, sou bipolar. Sou homossexual, sou totalmente bi. Sou indeciso, sou assim. Nasci no dia seis de setembro, nasci no dia do amor! (Mateus Bonez)

3 comentários:

Aninha disse...

Feliz aniverssário então moço!!!!
E parabéns por ser assim tão você!!! Rssss

Muito bom este poema meio auto-biografico, rsss!

As vezes e dificil falar da gente, mas vc o fez super bem...

Bjao e aproveita bem seu dia!!!

Janine disse...

Feliz aniversário viu rapaz! tudi bom pra ti!

Beeshopada disse...

parabens atrasaado :DD