Páginas

terça-feira, 21 de julho de 2009

Um final



Todos acham que eu falo demais. (Maysa)

Estou longe de ser um santo, um anjo ou coisa parecida. Me considero mais um demônio, um destaque de promiscuidade e vingança. Meus traumas refletem sobre minhas esperanças, meus medos consomem toda minha alma. Minhas histórias são o retrato de uma vida solitária, vazia, incompleta. Escrevo-lhe estas palavras hoje, para que fiquem eternizadas em algum lugar. Em meu coração, em sua consciência. Com toda a razão, colocando fim na displicência. (Mateus Bonez)

6 comentários:

Vivica disse...

Um post sem meias palavras. Dando a cara à tapa!

Abs.

Angel disse...

É isso aí, sem medo...

http://infonews2012.blogspot.com

Blog disse...

Reflexivo! sem mais!

Edw Machado disse...

alok Mah '-' Nem sei o que comentar.

Eu, Thiago Assis disse...

eu gostei da foto.

é o yin-yang... todos temos um pouco do bem e um pouco do mal.

=]

Sammyra Santana disse...

Eu só digo uma coisa: vc escreve demais!
Adooooooooooooro!

Ah, tô divulgando uma campanha+promoção do blog de uma amiga lá no Borboleteando. Dá uma olhadinha e, se der, participa!
Bj