Páginas

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Relato de uma amante



Acontece quase três vezes por semana. Nós nos encontramos em diversos lugares, afinal não é bom você ficar dando na cara onde vai com seu parceiro. Ainda mais quando seus filhos e sua mulher estão em casa. É meio complicado viver assim, sempre naquela expectativa de que um dia ele vai seu somente seu. Mas eu sei, é só uma expectativa, e viver disso é saber que tudo não se passa de sexo e ilusão. Falando em sexo, consigo me realizar na cama, as fantasias que planejo deixa o parceiro doido. Ele faz juras, mas não acredito em nenhuma delas. Esse caso não vai sair desse quartinho na avenida Brasil, do motel da BR, do lugar escuro perto de algum lugar estranho. Esse caso será passageiro, um dia eu vou ter que seguir minha vida. Um dia eu vou ter que esquecer essa vida. (Mateus Bonez)

7 comentários:

Patrícia disse...

Acho q todas q se metem nessa historia de ser amante, tem esse desejo! Sair dessa vida! Pq é uma situação nada confortável...apenas ilusão e sexo, como disse!

Benhur disse...

Tá aí uma coisa nada rara de acontecer.

War Inside My Head disse...

Gostei do pequeno conto!
Seguindo o Blog!

http://yaseryusuf.blogspot.com/

Rhaissa disse...

Tá aí uma coisa nada rara de acontecer.[2

e uma hora tudo tende acabar, até a ilusão né?! :)

gostei...

Eduardo disse...

Se ela parasse pra pensar isso quase não é vida.

Ah, parabéns pelo blog again!

Eu, Thiago Assis disse...

3 vezes por semana num é algo marcado demais para o que deveria ser uma aventura?

Arlequim disse...

Um dia demora pra chegar, Mateusinho. rs
Adorei o video ai em cima.
Beeeijones!