Páginas

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Depois das nove e quarenta

Era algo que acontecia entre nove e quarenta, e nove e quarenta e oito.
Oito minutos, oito segundos.
Esperava ele na janela, na janela do aborto.
Oito minutos, oito aflições.

Não passava das nove, não murmurava as nove.
Flores, dissabores, amores.
Não chorava as nove, não sofria de dor.

Era algo que acontecia entre nove e quarenta, e nove e quarenta e oito.
Um sentimento batia o peito, mas ele dava jeito.
Depois das nove e quarenta, lembrava de um tempo.
Cantava ao relento, agradecia ao vento. (Mateus Bonez)

8 comentários:

KGeo disse...

o que vc esperava

Leiliane Lopes disse...

Afinal por que 8 minutos?rsrs
dá maior curiosidade... dá mais detalhes aí...rsrs

ótimo blog.

Deus te abençoe.

Vini e Carol disse...

Interessante.
Mas meio confuso rs.

Tbm tem um horário que sempre acontece algo comigo e minha namorada, que é as 22:22.
Sempre que acontece algo, é essa hora, impressionante!

Abraço.

Eloisa disse...

Forte a forma como escreve, gostei.

Eu, Thiago Assis disse...

definitivamente, 8 era o seu numero naquele dia.. =p

Sammyra Santana disse...

Adorei!!!
e quem precisa entender?
Basta sentir...
beeijo

Arlequim disse...

Sei bem como é. Aqui acontece muuuuuuitas coisas entre nove e quarenta e nove e quarenta e oito. Oito minutos pode mudar o mundo, Mateuzinho ;)
beijão

Carininhááh disse...

Queria comentar no poster mais rescente mais ñ consegui por isso vou comentar aqui msm.
A vez tbm me sinto do msm jeito que vc no seu poste, acho muito legal seus postes eles são sempre muito verdadeiros do dia-a-dia isso é legal.
Continue bombamdo no seu blogger
Kiss
By:Carininhááh